Livros

o-que-e-como-ajudar Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade: O que é? Como ajudar? Luiz Rohde e Edyleine Benczik, Porto Alegre, Editora Artes Médicas,1999.
o-que-e-como-ajudar Transtorno do Déficit de Atenção/ Hiperatividade Barkley R. Porto Alegre: Editora Artmed, 2002. Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade capacita os pais, os professores e os profissionais da saúde munindo-os com informações atualizadas, com a orientação de especialistas e com a confiança de que necessitam.
Tendência à Distração Hallowell, Edward e John J. Ratey.Rio de Janeiro, Rocco, 2000. Os médicos apresentam em um texto claro, informações sobre o pouco conhecido Distúrbio de Défict de Atenção, ou DDA. Os pesquisadores que também sofrem dessa síndrome, mostram que atitudes muitas vezes consideradas como desleixo e falta de atenção, tem razões químicas. Por meio das experiências de pacientes fazem um abrangente quadro clínico do DDA, que tem como principais características a impulsividade, a agitação e a desorganização.
Hiperatividade: Como desenvolver a capacidade de atenção da criança. Sam Goldstein e Michael Goldstein. Papirus Editora, 1998.A criança hiperativa representa um enorme desafio; o relacionamento com pais, professores, irmãos e amigos é muitas vezes prejudicado pelo estresse provocado pelo comportamento inconstante e imprevisível. Essa obra sugere a pais e professores que analisem o comportamento e suas causas, a fim de evitar que a criança sofra de ansiedade, depressão, conduta destrutiva etc., e para que possam buscar o tratamento adequado.
mundo-da-lua3 No Mundo da Lua: Perguntas e respostas sobre Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade em crianças, adolescentes e adultos, cujos direitos foram cedidos à ABDA pelo autor. Mattos, Paulo. São Paulo, Lemos Editorial, 2001 Este livro trata de crianças, adolescentes e adultos que têm dificuldade de atenção. É comum dizer que eles vivem no mundo da lua, isto é, parecem estar sempre pensando em outra coisa quando se fala com eles, quando estão estudando ou lendo quando estão trabalhando, enfim, em uma grande variedade de situações. Aborda os sintomas do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade e fornece algumas orientações para quem tem ou lida com este transtorno em Crianças, Adolescentes e Adultos.
principios-e-praticas2 Princípios e Práticas em TDAH Luis Augusto Rohde, Paulo Mattos e colaboradores, Artmed Editora, 2002. Este é o único livro-texto brasileiro que trata dos diversos aspectos do tratamento do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade, abordando, entre outros assuntos: – Epidemiologia; – Neurobiologia; – Quadro Clínico; – Genética; – Intervenção escolar; – Farmacologia; – Avaliações psicossociais; – Processo diagnóstico; – Etiologia; e outros. De forma atual e extensa.
tdah-na-escola2 TDAH nas Escolas – Orientações práticas e essenciais para professores, educadores e profissionais envolvidos com as necessidades de alunos com TDAH M. BOOKS DO BRASIL EDITORA LTDA. O TDAH, tradicionalmente diagnostificado e tratado por profissionais que atuam em clínicas, passou a ser diagnosticado e acompanhado por orientadores educacionais, administradores escolares e professores no manejo dos desafios associados ao transtorno nos últimos anos. Este livro oferece orientações essenciais para técnicos e profissionais que trabalham em escolas e estão envolvidos no atendimento ás necessidades de alunos com TDAH. Alinhada com mudanças velozes nesta área, esta obra incorpora os mais recentes avanços na teoria, pesquisas, políticas e práticas, incluindo estudos atualizados de casos.
um-dia-na-vida3 Um Dia na Vida de um Adulto com TDAH Vera Joffe. Lemos Editorial, 2005 “Um Dia na Vida de um Adulto com Tda/h” é um guia excelente para adultos com TODA/H que estão procurando uma forma de entender seu transtorno e desenvolver estratégias práticas para melhorar suas vidas. O leitor irá saber o que esperar quando passar por uma avaliação de TODA/H, e conhecerá os métodos que podem ser usados para tratar os seus sintomas. A Dra. Vera Joffe oferece várias sugestões práticas para diminuir os problemas encontrados por adultos com TODA/H.
melhorando-a-atencao2 Melhorando a Atenção e Controlando a Agitação – Livro para Crianças Sobre o TdahVicari, Maria Isabel – Editora Thot Cognição Este livro foi escrito para crianças com o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Contém informações sobre o TDAH e dicas com a intenção de facilitar sua vida no que se relaciona a lições de casa, instruções, organização e planejamento assim como melhorar seu autocontrole. As atividades propostas têm o objetivo de fazer com que o leitor se conheça melhor e desenvolva habilidades específicas de maneira alegre e divertida.
sintomas-diag2 TDA/TDAH – Sintomas, Diagnósticos, e Tratamentos: Crianças e AdultosPhelan, Thomas W. 2005 – M.Books do Brasil Editora Sabe aquela criança que não pára um minuto e deixa pais, irmãos e professores loucos? Ela pode ser vítima de uma doença. É constrangedor, isso é inegável. O filho, tão amado e esperado, não se porta bem em lugar algum e (ou) não consegue se concentrar em nenhuma atividade por mais de alguns minutos. Shoppings, supermercados e casas de amigos são locais proibidos: o excesso de movimentação dessas crianças necessita de uma atenção constante para que não se machuquem ou não machuquem os outros. Antes de jogar a toalha e decretar: este menino não tem jeito, atenção! Ele pode ser vítima de um distúrbio que atinge cerca de 5% das crianças. E o melhor: o problema pode ser contornado. Uma criança que age desta maneira altera completamente a rotina de todos a sua volta: pais, avós, professores, amigos e outros parentes sentem-se impotentes diante de um quadro assim. E não é só: ela será um adulto com dificuldades. Mas o que fazer quando broncas, castigos, privações, conversas e conselhos são inúteis? Em um primeiro momento, o pequeno deve ser avaliado por um especialista. Caso seja diagnosticado que se trata de TDA (Transtorno de Déficit de Atenção) ou de TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), os principais distúrbios psicológicos em crianças é hora de tratá-lo. Tratar sim. Com medicamentos, se necessário. Pois estamos falando de uma doença que atinge, segundo estudos realizados, 5% da população infantil.
mentes-inquietas2 Mentes Inquietas: Entendendo Melhor o Mundo das Pessoas Distraídas, Impulsivas e Hiperativas Silva, Ana Beatriz B., Editora Gente. Distraído, enrolado, esquecido, desorganizado, impulsivo, agitado, inquieto. Estes são alguns dos adjetivos mais comuns usados para descrever o comportamento de pessoas que, injustamente tidas como preguiçosas, irresponsáveis e rebeldes – na verdade possuem um funcionamento mental diferente, mundialmente conhecida como DDA – Distúrbio do Déficit de Atenção -, como um tipo especial de personalidade que apresenta um funcionamento mental reduzido por características comportamentais marcantes no campo pessoal, afetivo ou social. Também pode (com a correta canalização do imenso potencial que os DDAs têm) significar criatividade, energia, inovação e ousadia. Em “Mentes inquietas”, Dra. Ana Beatriz Barbosa Silva recorre ao seu vasto conhecimento, resultante de prática clínica, e a um autêntico passeio pelo interior das partes do nosso cérebro que influenciam nosso pensar e agir. Na visão inovadora da autora cada pessoa é o que é, e um tratamento médico deve ser determinado para cada tipo e indivíduo, em um processo de se auto-administrar sempre visando à qualidade de bem viver, da forma mais confortável possível. Esse conforto, em última análise, seria o aproveitamento efetivo de suas reais potencialidades e o redirecionamento de suas limitações. Escrito com clareza e espontaneidade, este livro soa como uma conversa na sala de estar de nossas casas. Partindo de casos verídicos, chega ao entendimento mais profundo de ser hiperativo mental e/ou físico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: