Yôga e TDA-H

Das muitas atividades recomendadas pelos médicos, hoje o Yôga é a prática mais aceita para o tratamento de várias doenças, inclusive o TDA-H. Não só o relaxamento e meditação, mas toda a filosofia Yôgui amenizam os sintomas de hiperatividade e ensinam o aluno a lidar com a parte negativa do TDA-H.

Contradizendo a opnião de muitos, o Yôga praticamente não tem contra-indicações, além de provocar uma resposta mais rápida aos tratamentos realizados, muito mais que outras atividades físicas. Pode até levar a exclusão do uso dos medicamentos, apesar de não ser recomendado pelos médicos, pois são eles que diminuem alguns sintomas que o Yôga pode não amenizar.

Eu já pratico Yôga há mais de 3 anos e sei a diferença que isso fez em mim. Quando eu comecei não sabia que tinha TDA-H, nem sabia que existia xD eu comecei mais pela minha ansiedade que sempre me atrapalhava muito, mas hoje eu percebo o quão enorme foi a mudança. Tudo no Yôga, os ásanas (posturas corporais), os pranáyámas (atividades respiratórias), yôganidrá (relaxamento), samyama (meditação), e outras partes (ashtangas) que fazem parte da prática, além de toda a filosofia, me ajudaram a melhorar quase tudo em mim. Meu respeito por mim mesma, pelo meu corpo, minha mente. Eu aprendi a lidar com as limitações que vieram comigo desde o nascimento, e isso é MUITO complicado, mas hoje eu reconheço que aprendi, não tudo, mas boa parte =)

Eu pratico a linha heterodoxa do Swásthya Yôga (não vou explicar muito por que não vem ao caso, depois eu publico algum link pra

vocês entenderem), e existe toda um razão e propósito de se praticar Yôga, e não é qualquer pessoa que entenderia tudo isso, tem que acreditar e principalmente estar disposto a abdicar de certas coisas pelo bem da prática, que vale muito a pena.

Aos que querem dar uma chance ao Yôga como forma de tratamento, eu recomendo que leiam antes de começar a praticar em qualquer academia que oferece “Ioga” com qualquer instrutor. Me mandem emails, comentem no post, eu posso responder as dúvidas, sem problemas ^^

Até a próxima o/

fontes: Folha.com , Esclerose Multipla

Anúncios

4 Respostas para “Yôga e TDA-H

  1. Antonio maio 4, 2011 às 4:53 pm

    Gostei da matéria, vou ver se aqui em Manaus possui algum lugar onde possa ter aula.
    brigado

  2. sky julho 2, 2011 às 10:50 am

    legal,
    há muito tempo que penso em fazer yoga tambem

  3. Fernanda Oliveira agosto 20, 2011 às 1:36 am

    Oi Andrea! Sempre quis fazer yoga e agora que tô recém-diagnosticada, acho que tenho mais um forte motivo pra tentar! Hey, não mude a abordagem do blog. Achei seu blog exatamente porque procurava uma interpretação pessoal de como lidar com o TDA. Quem sabe dividir o blog entre posts pessoais e outros mais técnicos, com matérias interessantes pros TDAs. Que tal? Eu mesma to pensando em criar um blog (sou viciada em blogs, hahaha).
    Beijos e sucesso!

  4. Avoada dezembro 18, 2011 às 2:48 am

    Andrea, estou engatinhando na yoga, mas estou adorando! Não sei dizer ainda se me ajuda na concentração, mas estou definitivamente mais calma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: